Robert Martin (músico) 1

Robert Martin (junho de 1948), bem como conhecido como Bobby Martin, é um cantor, compositor e multi-instrumentista norte-americano nascido na Filadélfia, Pensilvânia. É conhecido principalmente por ter colaborado nos anos oitenta com o músico Frank Zappa, todavia também é um famoso músico de sessão, compositor de música para cinema, teatro, televisão e publicidade, diretor musical e professor de música. Também dirige a companhia de elaboração de música Think Production Method com Stephen Boyd. Reconhece como influências musicais de Ray Charles, Stravinski, Coltrane, Rachmaninoff, Mose Allison, Cannonball Adderly, David “Fathead” Newman, Steely Dan, Frank Zappa e Etta James. Nasceu na Filadélfia, em junho de 1948, filho de cantores de ópera.

Sua avó trabalhou em RCA em Trenton, New Jersey, com o que concordou a uma certa quantidade de discos. Ao crescer, nos anos 50, nesta cidade, e com um ambiente profundamente musical em moradia, foi exposto a uma enorme diversidade de música.

“A primeira peça de música que me lembro de ouvir, reconhecer e solicitar foi “The Firebird” de Igor Stravinsky. Costumava solicitar a minha mãe que tocasse este pedaço – me amava”. Além do fundo clássico de seus pais, também ouvia outros tipos de música. Seu pai era associado de uma Big Band, rua o programa de Dick Clark, American Bandstand, ouviu o extenso jazz que se interpretava nos clubes da cidade, a Orquestra de Filadélfia.

  • Dois Pop’n Music
  • Holaincompany (discussão) 12:Cinquenta e sete 10 jun 2017 (UTC)
  • 2010 Fate/Zero; anime de Type-Moon
  • 82′ Deixa o campo Ruíz e entra Rengifo em Melgar

A presença do rock de vanguarda e soul da Filadélfia em sua discografia são mostra a ampla gama de registros entre os que se move. Começou desde muito cedo teu interesse na música. Em moradia seus pais tinham um piano Lester Spinet e, no momento em que teve a altura bastante para conseguir as teclas, aprendeu a tocar de ouvido.

“Reconhecia progressões de acordes e melodias, e eu podia vê-los depois de os ter ouvido.” Começou a ter aulas de piano aos oito anos, mas já sabia tocar e compor blues de ouvido. Depois de assimilar a ler música deixou as lições, por causa de “preferia aquilo que era capaz de compreender por minha conta”.

É totalmente autodidata com a voz e com quase todos os instrumentos, principlamente os de sopro de metal e de madeira, contudo a trompa, que estagiou no Instituto de Música Curtis. Aprendeu a tocar trompa pela escola de modo casual.

Categories:

Tags:

Comments are closed